https://sbt-test.azurewebsites.net/pt/articles/e/introdução-para-histórias-sociais


Sarah, de quatro anos, adorava a escola e queria tanto pegar o ônibus para o jardim de infância. Naquele verão, em antecipação ao início da escola, ela perguntava animada sobre pegar o ônibus para a escola. Chegou o primeiro dia de aula, assim como o ônibus, na hora certa. Sarah congelou com medo nos degraus da frente, despreparada com o barulho alto do motor, as luzes piscando e como envolver as crianças que já estavam no ônibus.

A mãe de Sarah pesquisou e tentou uma ferramenta valiosa para ajudar as pessoas a enfrentar situações sociais difíceis e novas: a História Social . Aqui está um exemplo de um storyboard social para Sarah e sua busca para superar seu obstáculo social de andar de ônibus:


Crie uma História Social*

Muitos de nós tomam como certa a capacidade de antecipar como os outros reagirão, pensam e se comportam nas interações sociais. Aqueles que enfrentam obstáculos sociais geralmente acham difícil prever as ações dos outros, o que às vezes leva ao medo ou a um comportamento errático. As histórias sociais oferecem um pouco de distância entre a pessoa e o novo ou difícil esquema social, além de permitir a prática frequente no ritmo próprio e confortável do indivíduo.

No caso de Sarah, ela trabalhou com professores, fonoaudiólogos e seus pais, com uma história divertida sobre andar de ônibus, até se sentir confortável o suficiente para dar o próximo passo. Isso a ajudou a navegar em torno de seu obstáculo social no seu tempo e nos seus próprios termos.


O que são histórias sociais?

Quando os indivíduos enfrentam obstáculos sociais, geralmente precisam de ajuda em uma situação nova ou esmagadora, como socializar em uma festa de aniversário ou pegar o ônibus escolar pela primeira vez. As histórias sociais proporcionam um aumento na confiança por meio da repetição, o que torna essas experiências difíceis menos assustadoras e mais previsíveis.

O conceito de Histórias Sociais foi criado por Carol Gray em 1991 para uso em crianças e adultos com autismo. Ela esperava que isso os ajudasse melhor em uma variedade de situações sociais. Embora seu público-alvo fosse pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (ASD) , Gray o havia criado especificamente para pessoas com habilidades de comunicação mais altas. Hoje, o uso de histórias sociais se expandiu para todos os tipos de estudantes , incluindo aqueles com déficits significativos de comunicação.

A expansão do uso de histórias sociais para incluir indivíduos em todos os pontos do espectro do autismo ajudou a mudar o que sabemos hoje. Um termo comumente usado e intercambiável para essas histórias é Conversas em quadrinhos . O termo vem da semelhança visual com uma história em quadrinhos. Os storyboards têm a mesma configuração visual, mas o autor tem o benefício de escolher o tom da história. O layout do storyboard permite que cada parte ou etapa tenha sua própria célula, o que implica que cada célula é sua própria parte da história. Também cria um produto mais gerenciável para os alunos que o utilizam.

Tipo Tópicos de exemplo
Habilidades de vida diária
  • Higiene - Lavagem das Mãos
  • Trabalho doméstico - limpeza
  • Preparação de Alimentos - Fazendo um Sanduíche
Eventos inesperados
  • Home - Aparelho Quebrado
  • Escola - Professora Substituta
  • Comunidade - Item fora de estoque
Transições
  • Transições diárias - Almoço
  • Transições principais - afastando-se
Habilidades para Adolescentes
  • Pressão dos Pares - Quebrando Regras
  • Namoro - Expectativas
  • Entrevista de emprego - Tipos de perguntas
Situações sociais
  • Casa - Atendendo o telefone
  • Escola - Trabalhando com um parceiro
  • Comunidade - Pedir comida

Escrevendo uma história social

Muitas histórias podem ser usadas repetidamente para pessoas diferentes, mas é provável que você queira ter uma história social mais personalizada para ajudar indivíduos específicos com seus próprios obstáculos pessoais. Uma história social deve ser instrutiva e segura; portanto, é importante não criar uma história em quadrinhos típica ou muito complicada. Existem algumas dicas a serem consideradas ao escrever uma:

  • Comece com um objetivo em mente
  • Escolha uma situação específica
  • Manter um tom positivo
  • Usar linguagem simples
  • Alfaiate para o indivíduo

Comece com um objetivo em mente

Escrever uma história social leva uma consideração especial porque a base da história vem da perspectiva do indivíduo diante do obstáculo social. Determine o objetivo da história antes de começar: que problema você deseja resolver?

Existe uma situação que a faça agir ou desmoronar? Existe um cenário do qual ele tenta escapar? Existem mudanças planejadas em uma rotina?

As respostas a perguntas como essas são ótimos assuntos para histórias sociais. Encontrar o problema subjacente pode exigir um pouco de pesquisa, entrevistando professores, amigos, pais e outras pessoas com uma visão única do obstáculo social. Depois de identificar o problema, você pode procurar maneiras de solucioná-lo.


Escolha uma situação específica

Histórias sociais contam a história de situações específicas. Se um indivíduo tiver uma ansiedade severa devido a uma mudança na rotina, escolha uma situação, como uma consulta odontológica, e crie uma história simples, mas detalhada. Uma história detalhada se concentra em alguns pontos-chave:

  • Sugestões sociais
  • Respostas sociais apropriadas
  • O que eles podem ver / ouvir / sentir durante o evento
  • O que esperar de outras pessoas para dizer / fazer
  • O que pode ser esperado deles e por quê

Para Sarah, o barulho inesperado do ônibus era difícil de processar, e ela não tinha certeza do que dizer para as crianças ou para o motorista. Uma história simples a ajudou a antecipar o barulho normal do ônibus, deu sugestões de saudações ao motorista e aos alunos e aplaudiu seus esforços por dar o passo de andar de ônibus.


Crie uma História Social*

Manter um tom positivo

Os objetivos do uso de uma história social estão criando uma maior consciência social, oferecendo um nível de conforto e familiaridade e, às vezes, sugerindo possíveis comportamentos e conexões. Incentive uma perspectiva mais positiva e diminua as ansiedades sociais, mostrando que o indivíduo é bem-sucedido e socialmente envolvido. Nas histórias que lidam com as habilidades da vida diária, o foco está no indivíduo e em capacitá-lo a agir por si próprio. Histórias sociais que envolvem interações com outras pessoas devem ser acessíveis e tranquilizadoras. Em ambos os casos, use linguagem positiva para garantir que o indivíduo se sinta seguro e possa ter sucesso.


"O objetivo de uma história social é compartilhar informações precisas usando um processo, formato, voz e conteúdo que sejam descritivos, significativos e fisicamente, socialmente e emocionalmente seguros para o público. Toda história social tem um tom geral de paciente e tranquilizador. . "
Carol Gray

Usar linguagem simples

Mantenha o idioma simples e no tempo presente, dividindo o cenário em quantas etapas menores forem necessárias. Seja muito específico com possíveis ações e frases. Quanto mais informações, melhor, mas ainda mantém o idioma básico.


Existem quatro tipos de frases usadas para contar a própria história social:


Frases Descritivas: Responda às perguntas "wh":
  • Quem está envolvido?
  • Onde o cenário ocorre?
  • O que está acontecendo?
  • Porque estamos aqui?
Frases em perspectiva: Dê uma ideia de como os outros se sentem ou o que os outros estão pensando.

Por exemplo, "As outras crianças no ônibus estão empolgadas com a escola e felizes em ver Sarah todas as manhãs!"
Sentenças da diretiva: Forneça sugestões de respostas específicas para o indivíduo que usa a história.

Dê instruções gentis como "Sarah tenta ..."
Sentenças de controle: Use como lembrete para ajudar a recuperar as informações da história social.


Alfaiate para o indivíduo

As histórias sociais têm o maior número de comprimentos, estilos e variedades possíveis. Dependendo da idade da pessoa que usa a história, ela pode incluir fotografias da pessoa, ou de locais ou objetos reais, para referência. Para crianças mais velhas ou adultos, imagens mais complexas podem ser usadas, mas lembre-se da necessidade de simplicidade. Imagens com antecedentes ocupados ou detalhes intrincados podem ser perturbadoras e tirar a lição geral da história. Em caso de dúvida, mantenha-o simples .

A biblioteca de cenas e personagens do Storyboard That está sempre crescendo, permitindo infinitas combinações. Os personagens são editáveis para que possam ser parecidos com os alunos específicos para os quais as histórias são criadas. O criador também pode fazer upload de suas próprias imagens , o que pode ser útil para os alunos que precisam de representação visual explícita (o carro TEM DE SER uma foto do carro real da mãe).

Lembre-se, por razões de segurança e privacidade, Storyboard That não permite o upload de fotos de crianças menores de 13 anos.


Compartilhe a história social

O melhor momento para apresentar uma história social é quando os níveis de excitação são baixos e o foco pode permanecer alto. Fazer o indivíduo ler ou apresentar a história para a família e os amigos gera uma conexão positiva com o cenário. Desenvolver a confiança é a chave para o sucesso de uma história social na navegação de um obstáculo, portanto, a introdução de uma história social após uma experiência negativa pode ser vista como uma punição por mau comportamento, não trabalhando para um objetivo positivo. E, como a natureza dos obstáculos sociais pode mudar, a história também pode mudar. Ajuste conforme necessário e, com frequência, para manter-se atualizado e relevante.


Crie uma História Social*

Se o indivíduo enfrenta um obstáculo social comum, semelhante ao medo de Sarah de pegar o ônibus, ou entender o divórcio, ou algo único como manobrar uma consulta médica específica, as histórias sociais oferecem aos professores, pais, terapeutas e outros uma ferramenta eficaz comprovada na busca fornecer aos indivíduos uma visão e compreensão do mundo social.



Preços de Educação

Essa estrutura de preços está disponível apenas para instituições acadêmicas. Storyboard That aceita pedidos de compra.

Single Teacher

Professor Solteiro

Tão baixo quanto / mês

Iniciar Minha Avaliação

Department

Departamento

Tão baixo quanto / mês

Saber Mais

School

Distrito escolar

Tão baixo quanto / mês

Saber Mais

*(Isso iniciará uma prova gratuita de 2 semanas - Não é necessário cartão de crédito)
Encontre este recurso alinhado ao Núcleo Comum e mais como ele em nossa Categoria Escola Primária e outros Artigos de Educação Especial!
Ver Todos os Recursos Para Professores
https://sbt-test.azurewebsites.net/pt/articles/e/introdução-para-histórias-sociais
© 2020 - Clever Prototypes, LLC - Todos os direitos reservados.
Mais de 14 milhões de storyboards criados
Storyboard That Family